25.10.07

"This is My Space"!

Se num Domingo soalheiro depararem com uma família feliz 'acampada' na faixa separadora da Circunvalação (uma via quase rápida, para quem não conhece), uma estrada que divide, na sua zona mais ocidental, a cidade do Porto da de Matosinhos, não estranhem!
Se a dita família estiver 'acampada' com mesa e cadeiras de campismo e aquelas 'geleiras' azuis com lista branca que preservam o arroz de frango e o bolo de bolacha, não estranhem!
Se o espaço que a família ocupa durante quase todo o dia, enquanto os carros passam de ambos os lados a 80 Km/h (teoricamente o limite é de 50 Km/h), estiver delimitado por uma cordinha que dá a volta às quatro árvores envolventes, também não estranhem! "This is My Space!"

Todos temos direito a passar o Domingo como queremos: num shopping super-lotado, na preguiça do sofá, a andar de bicicleta na marginal,....
A cena descrita não é ficção, existe mesmo!
O requinte da delimitação do espaço dá que pensar: a necessidade de definir um território próprio e ilusoriamente inviolável deve ser caso de estudo.

Em redes sociais online, o fenómeno é idêntico: o apelo constante à construção de espaços privados, pessoais e instransmissíveis, no meio do espaço público. O 'buraquinho' que encontram no ciberespaço para 'acamparem' ao Domingo à tarde chama-se 'MySpace': aí podem publicar aquelas histórias vossas, e com a garantia que vão ser lidas por milhões de pessoas...! Mas, pelo menos, são vossas!

Second Life é uma espécie de Estrada da Circunvalação virtual, mas que em vez de ligar a zona do Freixo à zona de Matosinhos, não tem um ponto de partida e um de chegada. Dá um nó!
No resto é muito parecido:
- tem um monte de 'semáforos' vermelhos onde não podemos passar
- tem limite de velocidade estabelecido em vôos sem norte
- tem zonas de 'camping' (embora, pelo menos, se ganhem uns trocos)
- tem zonas suburbanas e cosmopolitas que se interpenetram e entrecruzam
- e, sobretudo, tem espaços 'privados', as 'ilhas', onde os limites 'físicos' (a tal 'cordinha') estão bem definidos e que funcionam como um aviso: "This is My Space!"

Da forma que as coisas andam, eu, se fosse a Linden Lab, mudava o claim de Second Life:
em vez de "Your World. Your Imagination." mudava para "Your Space. You don't need Imagination."

4 comentários:

M2life disse...

LOL (De facto ri-me com o post e por isso comecei com um acrónimo).

Em RL já vi uma família a fazer um piquenique numa saída de emergência no IP4 (provavelmente só não tinha a cordinha porque não tinha árvores próximas).

Em SL, as cordinhas continuam a ser um direito para quem queira ter um espaço privado (que eu não tenho).

Winter disse...

Linda a imagem de um piquenique na circunvalação! Já me fizeste rir! hehehe

Nunca vi coisas dessas em RL (que me lembre).

Quanto a SL os espaços privados, mesmo que tenham cordinhas, são sempre públicos para qualquer paparazzo que apareça ;)

M2life disse...

Oh Winter!, não fales no uso da camera! (ops q falei eu) :-)

Winter disse...

Câmara, o que é isso?
/me põe um ar inocente de pestana a bater
hehehehe