12.10.07

Ondas cerebrais para deambular em SL

Investigadores japoneses afirmam ter descoberto uma forma de deambular em mundos virtuais, como Second Life, usando apenas a imaginação, um desenvolvimento que pode ajudar os pacientes de paralisia, como notocia a AFP.

Alguns estudos já existentes, demonstraram a possibilidade de movimentar o cursor através de ondas cerebrais, mas a equipa japonesa afirma ser a primeira a aplicar esta tecnologia a um mundo virtual. A tecnologia "permite que pessoas que sofram de paralisia comuniquem com os outros através de chat em mundos virtuais", afirma Junichi Ushiba, professor no centro de reabilitação da Universidade de Keio.
Ushiba afirma que Second Life pode motivar pacientes com diversos tipos de paralisia, que habitualmente se encontram altamente deprimidos nas suas fases de reabilitação.
"Se (os pacientes) puderem ver com os seus próprios olhos os seus personagens a movimentarem-se, isso pode revigorar a sua actividade cerebral e repôr algumas funções", afirma Ushida.
Tecnologicamente, uma pessoa com um 'capacete' composto por electrodos, que analisam as ondas cerebais no cortex cerebral responsável pela motricidade, será capaz de movimentar um personagem de Second Life pensando apenas que ele ou ela está a andar.
A equipa da Universidade de Keio planeia testar esta tecnologia brevemente em pacientes com paralisias, para analisar de que forma estes reagem no mundo virtual.

3 comentários:

Te Rang disse...

Este é um potencial exemplar do que o Second Life pode acrescentar ao mundo real... uma vez mais e cada vez mais avançado, o SL é um mundo fantástico para descobrir dentro de um ecrã. São as novas tecnologias que dão novos mundos ao nosso mundo de sempre.

Anónimo disse...

Finalmente leio algo de interessante em Second Life.

António Fagundes

M2life disse...

Já existe tecnologia (ou pelo menos está em estado avançado de desenvolvimento) que permite 'comandar' um pc através do movimento dos olhos. Movimentar um avatar não é mais que movimentar um cursor e aceder aos menús de SL é análogo a aceder aos menús de qualquer outra aplicação informática. Logo, não deve ser difícil aplicar esta tecnologia em SL (digo eu...)