22.10.07

Olá Anónimo! Td bem?

O que acham das SMS? Já habituados a receber e enviar mensagens nos nossos telemóveis, convivemos com esta forma de comunicação instantânea pacificamente, porque nos mantemos ligados à nossa rede de contactos pessoais que controlamos minimamente. Apesar da eventual irritação no manejo inoportuno dos micro teclados, usamos SMS com regularidade e reconhecemos-lhe a utilidade.

E se, de repente, lhes chovessem SMS de desconhecidos? Ele era um "antónio" a mandar piropos, uma "maria" a combinar um café, um "933333333" com dúvidas existenciais... Era chato! Ficavam certamente irritados e sentir-se-iam incomodados pelas dúvidas da legitimidade da invasão privada.

Tal como nas SMS, as IM's (instant messages) em Second Life constituem um forma de comunicação, síncrona ou assíncrona, de grande valor. Podemos contactar amigos ou conhecidos, estejam eles onde estiverem no metaverse, estejam eles online ou offline. Usamos as IM's sem termos que sair do sítio, e isso é simpático, poupamos um tempão na comunicação.

E se, de repente, lhes chovessem IM's em Second Life de desconhecidos? Ele era uma "lili oh" a mandar piropos, um "socrates maximus" a convidar para uma festa do pijama, um "teotonio pong" a perguntar como se muda o formato das orelhas do seu avatar... Era chato! Sempre podiam tentar descobrir qual o perfil do "invasor", mas, possivelmente, poucas conclusões tirariam. Mas o mais chato da "chuva" de IM's seria a incerteza de estar a passar ao lado de uma coisa importante!

É isso que normalmente me acontece! À invasão da suposta privacidade em Second Life sobrepõe-se a irritante dúvida: "conheço o tipo?", "será importante responder?"... Mais ainda: como tenho os IM's associados a uma conta de mail, recebo também as ditas IM's na caixa de correio! Bom, se milhares de avatares se lembrassem de mandar IM's cada dia, não fazia mais nada senão tentar descobrir a razão da minha popularidade e limpar a caixa de correio.
Mesmo assim já me bastam as IM's dos 'grupos' a que pertenço, e que, 83,7% das vezes, não interessam nem ao Menino Jesus!

A grande diferença entre as SMS e as IM's é que, nas primeiras, a mensagem é normalmente dirigida ao meu grupo de conhecidos; já na segunda, posso pacientemente dedicar umas horas a mandar mensagens a gente que nunca vi online,... só para dizer "Olá! Gostava de te conhecer..."!

Podem sempre colocar a bold no vosso perfil a mensagem: "Não me mandem IM's se não me conhecerem, por favor!", o que será meio caminho para começarem a receber um monte delas.

Por isso, quando receberem uma IM em Second Life de um avatar que, garantidamente, não sabem quem é, experimentem responder com a maior calma do mundo: "Olá Anónimo! Td bem?" Nada mais irritante para um 'invasor' que tem um nome do que chamarem-lhe "Anónimo"... (a não ser que o nome do tipo seja mesmo Anónimo, nesse caso chamem-lhe Tipo)

PS: O tema do post já tem sido abordado por outros amigos (nomeadamente a Ana Lutetia), embora com perspectivas ligeiramente diferentes sobre o assunto.

5 comentários:

Winter disse...

Realmente muito se tem falado sobre os IMs indesejados ou inoportunos por essa blogoesfera fora.
Tenho estado "sugadita" no meu canto, mas hoje apetece-me fugiram-me os dedos apra a escrita...

Quem é "figura pública" em SL (tal como na RL) não pode ficar à espera de não receber IMs de pessoas que não conhece de parte nenhuma.
Aceito que isso possa ser "aborrecido", entupir a caixa de correio, incomodar ou atrapalhar outras actividades que se estejam a desenvolver na altura em que os recebemos. No entanto, it comes with the job! ;)
Ou se aceita ou então cria-se fama de mau feitio e/ou nariz empinado e põem-se as pessoas à distância... mas depois lá se vai a popularidade né?
Para saber se já conheces as pessoas, Pal, o melhor é mesmo quando as conheces colocar no perfil no último separador, notas sobre o avatar em causa. Fica mais fácil a identificação no futuro, especialmente se o contacto foi pontual.
Quanto ao "despachar" os IMs:
- No mail a tecla "delete" dá um jeitaço hehe
- Inworld um "Sorry estou ocupado" seguido de silêncio costuma resultar, ou então a resposta 1 hora depois (alterando o tempo verbal para "estava")
De facto nunca se sabe quando estamos a perder uma oportunidade de conhecer alguém que valha a pena... eu por mim dou sempre o benefício da dúvida.
Acredita que o "IM Hell" acontece também aos não "famosos" (vá-se lá saber porquê!), mas a malta aprende a viver com isso e algumas amizades têm nascido desses IMs vindos do limbo.

Paulo Frias disse...

Olá Winter,

Importante o teu comentário, até para esclarecer umas dúvidas ;) :
- eu não sou nenhuma "figura pública" em SL :), como se pode depreender to teu texto (nem quero ser)
- nem sequer recebo muitos IM's de desconhecidos, valha a verdade
- o meu post veio na sequência do da Ana por achar interessante o paralelismo com as SMS ;)
- tento não "pôr as pessoas à distância", até porque concordo que, às vezes por precipitação, perdemos boas oportunidades de conhecer gente interessante
- as informações (my notes) no perfil dos outros avatares, é coisa que me habituei a fazer desde sempre (até para poder saber quem são os meus alunos "por trás" dos avatares)!

Em resumo, amiga Winter, fiquei com a sensação de ter sido mal interpretado (não será a primeira vez, tenho que corrigir isso ;). Era só um bocadito de humor, que fica bem a quem é tido por levar tudo muito a sério...

Winter disse...

Percebi lindamente a intenção Pal... hoje tenho os 2 neurónios acordados hehehe
O meu comentário era generalista também... if you know what I mean ;)
E quanto a levares tudo muito a sério... olha que nunca dei por isso. Um toquezinho de humor aparece (algumas vezes) nas entrelinhas e até vou começar a usar o "Anónimo" ou o "Tipo" nas minhas respostas aos IMs! heheheh

Paulo Frias disse...

cool, winter ;) ainda bem que nos entendemos, eheh

Daniela Santos disse...

Olá Paulo,

Costumo ler o teu blog com frequência, mas só hoje vou deixar o meu primeiro post.

No que diz respeito às SMS, em Portugal a nossa legislação não permite a utilização do número de telefone de terceiros para o envio de mensagens publicitárias ou promocionais. Por isso é que estamos ainda de alguma forma protegidos do abuso, o que não acontece com o spam por mail.

As empresas só podem enviar SMS, quando há uma autorização expressa do utilizador para recebê-las. Por exemplo, a EPAL envia alertas por sms aos clientes para relembrar a contagem do contador, mas só aos que pediram o serviço. Caso contrário, pode-se fazer queixa directa na ERC (Entidade Reguladora da Comunicação) e assunto arrumado.

Além disso, enviar SMS sai bastante mais caro do que enviar spam ou conversa da treta por mail. Só isso ajuda a fazer a diferença na quantidade de invasões de privacidade e de mensagens não desejadas.

Mas pior que receber mensagens de engate na social networks, são os 500 mails de spam ao viagra a entupir a mailbox LOL

Abraço e bom trabalho,

DS