14.8.07

Jornal de Letras, Artes e Ideias

Saiu hoje o nº962 do Jornal de Letras, trazendo à capa uma ampla reportagem com o título "Second Life - Viver Duas Vezes", e elaborada por Castanheira de Pêra aka Manuel Halpern.
Sugiro uma leitura à extensa reportagem sobre a presença de inúmeros portugueses, e depoimentos de artistas lusos no metaverse. Lá podem encontrar referências aos Produto Acabado, aos Tara Perdida, aos Nigga Poison e aos Faith Gospel, a Aral Levitt, a Viktor Strogonoff, a Maria Gherardi, a McFisto Furse, a Jonsy Lilliehook, a Supermaxi Paine... e ainda a artigos de opinião de Dr. Bakali, Jorge Martins Rosa, Manuel Halpern aka Castanheira de Pêra e Paulo Frias aka PalUP Ling.

8 comentários:

makuma disse...

Existe alguma versao online do artigo? Eu vivo em Inglaterra e nao tenho a possibilidade de comprar o Jornal de Letras...

Paulo Frias disse...

Caro Makuma, penso que não. Mas o jornalista poderá arranjar o jornal em .pdf. Em Second Life poderá procurá-lo com o avatar Castanheirade Pera. Ou, se quiser, quando eu tiver essa versão comunico. Até breve.

makuma disse...

Vou procura-lo! Muito obrigado Paulo :)

Free Will disse...

o efeito second life tem-se vindo a espalhar pelo nosso tugalzinho... o que sem duviva ja tardava qd se compara com o que se faz la fora...

Mas continuo a ser renitente quanto a sua existencia! continuo a achar surreal que se gastem tantas horas a frente de um pc a ter uma second life para agradar a first life... é certo que podemos fazer coisas nunca antes feitas e ir a diversos sitios que nunca poderiamos ir se nao fosse assim... ja experimentei umas horitas e desisti, falta-me tudo q a real life me da ... nem os concertos online convencem, mais vale comprar o dvd...

de qualquer maneira parabens pelo blog!

Mar disse...

Realmente qq concerto na rl é melhor q na sl, contudo é uma forma de se poder estar num concerto q dificilmente estariamos na rl e a comunicar com outras pessoas q estão a assistir. O q n acontece na rl.
Na minha opinião andar pelo sl n substitui a rl m pode enriquecer bastante a rl, como todas as experiências pelas quais passamos :0)

Free Will disse...

Provavelmente esta relacao tb depende de uma coisa extra ... que é o nosso relacionamento com o pc ... esse enevitavel intermediario da nossa ligacao ao sl ... como o meu emprego exige uma utilizacao constante e algo exigente da dita maquina, para mim estar a frente da dita maquina nas horas de lazer nao é algo que me relaxe :( dai talvez a minha falta de simpatia pelo conceito.

mar disse...

Tb trabalho em frente a um pc, como a maioria e n desperdiço o meu tempo livre com pc. M da mm forma que leio um livro,o jornal ou vejo tv arranjo sempre maneira para enriquecer com outras "dimensões".

joy division disse...

alucinados é o que vocês são! como é que é possivel gente que supostamente é inteligente (como o autor do blog que é professor universitário) dar valor a estas merdas! é que isto é levado de uma forma tão a sério que até assusta! vocês estão perdidos...