7.5.08

"Cuidadito con Second Life"

"Cuidadito con Second Life"!

Este é o título de um dos últimos posts de Enrique Dans no seu blog!
Enrique chama a atenção para o artigo recentemente publicado na Business Week com o título "The (Virtual) Global Office", e que constata não apenas a vitalidade de Second Life, como também a crescente utilização de SL pelas grandes empresas em acções de comunicação interna e externa, recrutamento de quadros, comércio electrónico, etc...

Enrique Dans constata:

"É um dos tópicos mais comuns nos fenómenos que sofrem os chamados “sarampos mediáticos”: com a mesma facilidade com que durante uma temporada todo o mundo menciona um tema, companhia ou tecnologia determinadas, estas passam ao mais absoluto dos ostracismos e espalha-se o mito de que “já passou”, de que “já está morto”, de que “tanto ruído para nada” (...)
E um marketing que, à luz da aprendizagem e do sentido comum (e abandonados os banners tridimensionais grandiloquentes e as grandes sedes corporativas vazias), está tudo menos morto, e dará ainda muito que falar no desenvolvimento de comunidades, promoções, interacção directa com os clientes e comércio electrónico levado muito mais à frente do que um simples click no rato. (...)

Cuidadito com essas coisas que alguns dão como mortas demasiado rápido…"

1 comentário:

Token disse...

O país estagia para a violência criativa. Em Portugal ainda podemos ver agredidos inconscientes em linhas de comboio ou amarrados no mato de rosto barrado em mel, vítimas nuas atadas em par com um spray e um isqueiro à disposição, explosões em bombas de gasolina para desviar atenções de assaltos, sequestrados em câmaras de gás munidos de arma de fogo, sacos de armas brancas largados junto a escolas, discotecas e bairros sociais... Tortura da água com óleo de bateria de carros, excisão de órgãos genitais a transeuntes, vísceras domésticas largadas diante de cafés, atropelamento múltiplo e fuga intencional em zonas não vigiadas, prostitutas empaladas, água inquinada distribuída a vagabundos, seringas com sangue contaminado abandonadas em escolas básicas e cinemas, jovens estrangulados com gravatas de arame farpado, obesos marcados como gado, gangues em jogos de basebol com vítimas ainda vivas... Calma!