22.11.08

O euro-deputado tecnológico. Não, não é o Magalhães...

A presença de Paulo Casaca em Second Life não é nenhuma novidade.

A excelente estratégia de comunicação que o serve também não.

Desta vez, a novidade reside no facto de que a conferência / entrevista que hoje se realiza estar integrada na Mostra Portugal Tecnológico, que acontece na FIL, em Lisboa.

É gratificante constatar o impacto na RL das iniciativas que se passam no metaverse, e vice-versa. Mais ainda, quando o evento em SL se relaciona com o tal 'Portugal Tecnológico' que, entretido com o Magalhães, invariavelmente esquece os mundos virtuais e tudo o que de bom lá se passa...

Aqui fica a Nota de Imprensa do evento:

"O Deputado Paulo Casaca promove, sábado, dia 22 de Novembro, pelas 14h00, uma conferência/entrevista em suporte Second Life. A iniciativa, com transmissão em directo para todo o mundo, decorre no âmbito da Mostra Portugal Tecnológico, que tem lugar na FIL, Lisboa.

Neste evento, Paulo Casaca vai apresentar o seu novo livro "The Hidden Invasion of Iraq". Na obra, cuja primeira edição será em inglês, o Deputado, que é também membro da Delegação do Parlamento Europeu para as relações com o Irão, expõe o padrão de intrigas e incompetências que mascarou a invasão oculta do Iraque pelo seu vizinho oriental, o Irão. O livro retrata, ainda, o papel do Irão na invasão e ocupação do Iraque e expõe as relações contínuas entre as autoridades iranianas e ocidentais.

O livro "The Hidden Invasion of Iraq" vai ser apresentado em Bruxelas no próximo dia 2 de Dezembro, sendo que já está em preparação a edição em português.

De referir que Paulo Casaca (www.paulocasaca.net) é o primeiro político mundial a utilizar o Second Life de forma contínua para comunicar directamente com os cidadãos e tem vindo, ao longo do último ano, a realizar conferências mensais através desta plataforma.

O evento do próximo dia 22 de Novembro marca ainda o início de um novo formato, em que o Deputado se dispõe, não só a falar regulamente com o público, mas também a ser entrevistado sobre temas propostos, não por si, mas pelos próprios cidadãos, independentemente da sua localização geográfica."

2 comentários:

Anónimo disse...

Quem lá esteve sabe que foi o melhor momento de todo o Portugal Tecnológico 2008. A forma como o potencial do Second Life foi demonstrado, e como toda a comunidade "virtual", mas bem real participou no debate de forma coerente, organizada e activa, perante os olhares de um público que até então pensava que o Second Life era um jogo, ou um "mundo" para brincar. Foi fantástico!

Frohiky Larsson disse...

Tive o prazer de assistir a duas ou três conferências dele In-World...e adorei...uma excelente iniciativa..
Parabéns para ele e a Irah!