2.12.08

O 'teleporte' da Reuters para a RL e as surpresas de Krangel

Depois de dois anos de presença activa em Second Life, a Reuters resolveu fazer um 'teleporte' definitivo para a Real Life!

A agência noticiosa com sede em Londres fechou recentemente os seus serviços em Second Life, alegando um decréscimo do volume de negócios (!) e de interesse (!) por este ambiente virtual.

Em 2006, a Reuters abriu um escritório no metaverse da Linden Lab chefiado por Adam Pasick, aka Adam Reuters. Eric Krangel, aka Eric Reuters, completava a equipa responsável por inúmeras reportagens que nos chegavam desde Second Life.

Krangel, que entretanto se mudou da Reuters para a Silicon Alley Insider onde tem escrito sobre a queda brutal (!) de Second Life, afirma inclusivé que "as coisas mais interessantes para os entusiastas de Second Life, são uma chatice ou até estranhas para a maioria das pessoas: gastar centenas de horas a criar quantidades insignificantes de roupas virtuais vendáveis, experimentar mudar de sexo, participar em conversas aleatórias com estranhos de todo o Mundo, ou ter relações sexuais pseudo-anónimas..."

Os últimos artigos de Krangel, descreve um 'mundo' sem interesse em Second Life, onde os negócios morreram e de onde as grandes empresas fogem cada vez mais.

Bizarras as opiniões de Krangel, quando comparadas com os números disponíveis nas estatísticas da Linden Lab e que registam crescimentos significativos quer nas horas dispendidas online, quer na diversidade e qualidade dos projectos que emergem (e com eles mais empresas e negócios)!

Pode ser que Krangel se engane, e que haja em breve novidades em Second Life, mesmo na área jornalística...

2 comentários:

Rui Clary disse...

Olá Paulo,
Provavelmente o Krangel, estará a ser demasiado negativista/pessimista, mas é um facto que o Second Life ainda não travou declíneo desde a Mudança de cargo do Philip Rosedale. Históricamente o Rosedade, é genial nas suas ideias e criações, mas não se mantém agarrado a elas durante muito tempo.
Relativamente às estatísticas da Linden Lab, elas estão completamente manipuladas, desde sempre e muito mais agora. todos os números relativos a novos residentes , fluxo monetário e etc , não serão provávelmente válidas. É uma espécia de "números do governo" versus "números dos sindicatos" hehehehehe
Posso dar um exemplo concreto: "Número de novos registos" - Tenho uma implementação de RegAPI no pt-code.com, onde se registam às vezes dezenas de pessoas por dia, principalmente oriundas do Brasil. Muitas delas são diversos registos da mesma pessoa que por algum motivo precisa de vários Avatares e a grande maioria, regista-se e não se torna residente activo e de duração "aceitável".

abraço,

Rui

Marta Fernandes disse...

É pena...Mas quem sabe não é a nossa oportunidade de fazer notícias no Second Life :)
Quanto à opinião de Kragel, penso que é um pouco negativa e exagerada. Agora que os negócios supostamente morrem é que vem criticar o Second Life?! No mínimo estranho...sobretudo se as estatísticas dizem o contrário....