10.2.09

Como o Marketing vê Second Life e Twitter!

A revista de Marketing BtoB Online recém-publicou um artigo a que deu o título de "Porque é que Twitter vence Second Life" onde compara e analisa os dois produtos.

Vale a pena ler o artigo, para perceber como é possível, graças a uma forçada análise de Marketing, passar na floresta e não ver as árvores!

Reza a BtoB:

"Lembram-se de Second Life? Há dois anos era a coqueluche do marketing em b-to-b, e empresas como a Cisco Systems, IBM Corp. and General Motors Corp. construíram 'ilhas' no mais famoso mundo virtual.
(...)
Hoje quase não houve falar de Second Life. Continua por aí, mas a maioria das suas 'ilhas' comerciais já fechou. O interface de Second Life é muito complexo e muito voraz quanto às suas necessidades técnicas.
(...)
Quem tomou o lugar de Second Life no top da lista foi Twitter, um serviço público de mensagens que é o oposto de Second Life. Twitter é tão simples que o pode usar desde o seu telemóvel ou BlackBerry. Demora uns minutos a configurar, não tem software para instalar e é instantaneamente produtivo. Rapidamente está a emergir como a plataforma mais importante dos novos media sociais dos últimos dois anos.
(...)
O contraste entre estas duas prometedoras tecnologias de 'social media' permitem uma conclusão: Quando proliferam as opções mediáticas, a simplicidade vende."

A comparação entre Second Life e Twitter é, para iniciar, uma coisa assim meia estranha: um 'mundo virtual' e um 'serviço público de mensagens' são coisas substancialmente diferentes.

O que ambos têm em comum, segundo a BtoB, será o facto de que ambos se inserem na categoria dos chamados 'social media' (como Facebook, MySpace, Delicious ou Flickr), o que não constitui, por si só, uma justificação para a análise comparativa.

Por outro lado, é falsa a afirmação do abandono total de Second Life por parte das empresas. Algumas saíram, outras entraram, mas muito provavelmente tanto umas como outras fizeram-no porque perceberam as particularidades do meio, uma coisa que a BtoB ainda parece não ter entendido.

Eu não sou nenhum especialista de Marketing, mas arrisco dizer, no meio da minha ignorância na matéria, que não conseguir entender as linguagens e as formas de comunicar nos diversos meios é um erro crasso para um marketeer!

Mais ainda na crescente família dos 'social media', onde convivem propostas tão diferentes...
O mais preocupante é que a visão da BtoB é recorrente, e é comum verificar o discurso empresarial descambar para comparações fáceis e equívocas por falta de informação!

2 comentários:

Rui clary disse...

Comparar Twitter com um Mundo Virtual, não faz o menor sentido.
A finalidade é diferente, os utilizadores são diferentes, a tecnologia é diferente, e em geral, tudo é diferente.
As empresas de Marketing, comunicação ou artes gráficas/visuais, andam meio perdidas nas estratégias, devido à velocidade a que os meios e tecnologias crescem e aprecem. As que se conseguirem adaptar-se e reinventar-se, compreendendo e aceitando as novidades irão sobreviver. As outras, morrerão rápidamente.

TP disse...

Durante esta tarde li esse artigo enfim o problema dele é o de muitos fala de cor, enfim o tempo vai com toda a calma se encarregar de lhe mostrar que está enganado.