12.1.09

Bibliografia e... bibliografia sobre Second Life

Recebi há pouco via mail uma útil hiperligação a uma página em WorldCat com o título 'Second Life: A Bibliography', onde se encontra um resumo de cerca de 33 obras (segundo o autor) relacionadas com Second Life e, porventura, as mais significativas para quem quer saber mais sobre SL.

Se me pareceu excelente a tentativa de compilar obras já publicadas e que abranjam áreas distintas relacionadas com os 'mundos virtuais' e com Second Life (da filosofia à antropologia, da programação à arte) já me custou a ver numa mesma lista obras de tão diversas 'crenças', o que, para uma primeira consulta menos avisada, pode resultar até perigoso ou algo desmotivador.

Tomo assim a liberdade de referir alguns dos livros da lista, que, na minha opinião, são muito interessantes:

'Becoming Virtual: reality in the Digital Age', Pierre Lévy, 1998
'Virtual Ethnography', Christine Hine, 2000
'Coming of age in Second Life: and anthropologist explores the virtually human', Tom Boellstorff, 2008
'Exodus to the virtual world: how online fun is changing reality', Edward Castronova, 2007
'The Second Life Herald: the virtual tabloid that witnessed the dawn of the metaverse', Peter Ludlow; M Wallace, 2007
'Blogs, Wikipedia, Second Life, and beyond from production to produsage', Axel Bruns, 2008

fonte: Guus van den Brekel /DIGICMB

3 comentários:

Cleo Bekkers disse...

PalUp, chamar a esta listagem de "bibliografia" é uma grande força de expressão! :-)

(temos aqui uma breve nuance sobre o significado de "bibliografia"... :-) )

A listagem apresentada será mais uma compilação de publicações escritas sobre SL, onde eventualmente também poderia caber o Jornal de Letras da 2ª quinzena de Agosto de 2007, ou o livro do Gaia Bosh (sem qualquer tipo de desmerecimento para ambas as publicações! Antes muito pelo contrário).

Seja como for, é útil conhecermos o que vai saindo sobre SL, independentemente do enfoque da prosa apresentada, do público a que se destina ou dos objectivos que visa!

Entre os livros que destacas, concordo contigo quando apontas o livro de Tom Boellstorff.

Helder Dias disse...

Bom dia Paulo...

http://www.artes.ucp.pt/artes_digitais/index.php/component/content/article/21-frontpublic/322-7-gramas-de-goggle#yvComment

Passa por lá!
Abraço.

Paulo Frias disse...

Cara Cleo,

Estamos de acordo que a lista de 33 livros citados não faz muito sentido como 'bibliografia' (não sei se viste, mas se não viste imaginas...).

A 'nuance' de que falas se calhar existe mesmo! Concordo com a excelência do livro de Boellstorff, mas Lévy, Hine e Castronova, pelo menos, não incomodam nada a minha 'estante de bibliografia'...